Em 2019, todos na luta contra a retirada de direitos. Todos em defesa do SITSESP


    Doria elogia MP de Bolsonaro que flexibiliza contato de trabalho
    Autor: SITSESP
    24/03/2020




    O presidente Jair Bolsonaro, através de MP, iria suspender o contrato de trabalho por até 4 meses, corte de salários de 25% e o pior de tudo isso é que o trabalhador estaria sozinho, pois essa MP não teria a participação sindical, tudo isso com o pensamento apenas nos empregadores.
    Mas depois de uma enxurrada de criticas o presidente suspendeu o item 18 que prevê a suspensão de quatro meses de salário do trabalhador durante a pandemia do coronavirus.
    No entanto, as outras medidas ainda contam na MP como: o teletrabalho, sem necessidade de acordos individual ou coletivo; a antecipação das férias individuais; a concessão de férias coletivas;o aproveitamento e a antecipação de feriados, que dependerá somente de concordância do empregado; banco de hora; o diferimento do recolhimento do FGTS.
    Mas para ficar ainda pior nos descalabros das retiradas de direitos, o nosso Governador João Doria, aquele trabalhador, é a favor desta MP “Avaliamos de maneira positiva e acertada a medida”, afirma Doria. Uma medida que pode levar trabalhadores à fome e a derrubada de direitos.

    Leia aqui a nota feita pelo DIEESE sobre a Medida Provisória